30 Anos do Macintosh

mac

 

dados_01

24 de Janeiro de 1984 foi a data que as coisas mudaram no mundo da informática. Até então estas máquinas eram algo fora da realidade para usuários domésticos tanto pelo preço quanto pela dificuldade em usá-las.  O Lisa que era vendido pela Apple era muito caro – cerca de U$10.000 – e Jobs se dedicou ao projeto Macintosh.

Acompanhe os três primeiros anos do macintosh feito pelo site terra em 2004.

 

1984

  • Lançamento do Macintosh, em 21 de janeiro (num evento fechado da Apple) e em 24 de janeiro (lançamento público).
  • Uma semana antes, o comercial “1984″, dirigido por Ridley Scott, fora apresentado na TV (pela única vez em toda a história) durante o Super Bowl (final do campeonato de futebol americano, a maior audiência da TV no ano), virando um dos anúncios mais premiados e influentes da história da publicidade.
  • O Mac não é o primeiro computador com interface gráfica (GUI, Graphical User Interface), mas o primeiro desse tipo “que dá para comprar”, já que custa apenas US$ 2.500 (a meta original era de US$ 500, mas ele foi inflacionado quando Steve Jobs resolveu tomar conta do negócio e criar o “computador perfeito”).
  • A própria Apple havia lançado um ano antes o Lisa, que já trazia as principais inovações do Mac, como a GUI e o mouse, mas custava a bagatela de US$ 10 mil e era voltado ao uso em empresas.
  • Em 1984, a Apple ainda é o principal fabricante de computadores pessoais do mundo, com uma base instalada de mais de 2 milhões de Apples II, mas perde terreno rapidamente para os clones do IBM-PC e seu MS-DOS. O Mac, que tinha começado como um projeto paralelo de uma pequena equipe, virou a grande esperança da empresa para combater o avanço da Big Blue, considerada o Grande Inimigo. Bill Gates e a Microsoft, por outro lado, eram considerados aliados: veja só.
  • O Mac 128K é revolucionário, mas está longe da perfeição. O principal problema é a falta inicial de software, que compromete as vendas do computador. Mesmo assim, mais de 50 mil Macs são vendidos nos primeiros 100 dias.
  • Em setembro sai o Mac 512K.
  • Dezembro: campanha de marketing “Test Drive a Mac”; celebridades como Mick Jagger, Michael Jackson e Andy Warhol são presenteadas com Macs.1985
    • O embalo inicial do Macintosh acaba muito depressa, devido à falta de um “programa matador” (killer app) que o tornasse realmente imprescindível.
    • Quando o barco do Macintosh parecia prestes a virar, eis que surgem dois produtos que salvam a todos. A Apple LaserWriter (US$ 7 mil) e o programa Aldus PageMaker mostraram ao Mac o problema para o qual ele era a solução. Graças à possibilidade de ver na tela uma reprodução aproximada do que seria impresso, o Mac era capaz de substituir caríssimos sistemas fechados e agilizar os métodos convencionais de produção gráfica. Estava inaugurada a revolução do Desktop Publishing, que rendeu anos de margens de lucro exorbitantes para a Apple.
    • Em fevereiro, Steve Wozniak, co-fundador da Apple e criador dos Apples I e II, deixa a empresa para abrir negócio próprio.
    • São vendidos 500 mil Macs em 1985, ano em que a Microsoft lança a primeira (e hoje irreconhecível) versão do Windows.
    • O CEO John Sculley comete dois erros fatais. Chega a ele um recado secreto de (veja bem) Bill Gates, pedindo a liberação dos clones de Mac para transformá-lo na plataforma padrão do mercado, substituindo o IBM-PC. Sculley ignora o conselho. Meses depois, assina um malfadado acordo com a Microsoft que abre caminho para que as inovações do Mac sejam clonadas a rodo pelas versões posteriores do Windows.
    • O sucesso do Mac no nicho do DTP vem tarde demais para salvar a pele de Steve Jobs. Ele sai da Apple em setembro, ao cabo de prolongada disputa política em que tenta tomar o poder da empresa e leva uma rasteira do ex-amigo John Sculley. Junto com Steve vão embora cinco funcionários-chave, com os quais ele irá fundar a NeXT. A Apple chega a tentar processá-lo, mas desiste.

    1986

    • O Macintosh Plus elimina o grande problema do Mac original, saindo de fábrica com 1 MB de RAM e podendo ser expandido para 4 MB. Ele introduz também o SCSI, a porta serial e o drive de disquete de 800K.
    • Setembro: lançado o Apple IIgs, o último Apple de 8 bits (tirado de linha em 1992), com um sistema operacional muito similar ao do Mac.

    1987

    • Em março, a Apple vende seu milionésimo Mac.
    • Surge o Mac SE, com HD interno, mouse, teclado ADB e slot de expansão para placa de rede.
    • O grandalhão Macintosh II é o primeiro modelo com CPU separada do monitor e ampla capacidade de expansão, contrariando a idéia original de Jobs de fazer do Mac um sistema fechado e monobloco.
    • A Apple funda a Claris, sua divisão de software.
    • O System 5 pode abrir mais de um programa ao mesmo tempo (multitasking).
    • Em agosto surge o HyperCard, programa idealizado para permitir a criação de softwares sem a necessidade de escrever código. Ele foge das normas de interface tradicionais do sistema e antecipa o estilo da Web, com organização por páginas, links de hipertexto e multimídia integrada.

 

Comments

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

%d bloggers like this: